sábado, 12 de março de 2011

Estou tão à rasca...


Que não vou à manifestação!
Por causa de Bolonha tenho que, contrariada, estar a fazer trabalhos para o Mestrado. Que por causa da crise ( e sei lá mais o quê) tenho que trabalhar durante a semana, o que não me deixa tempo para tudo o resto... a modos que é isto!
Só há uma coisa que me faz espécie: os jovens que se armam em coitadinhos porque estão desempregados! Epá, façam-se à vida! O que não faltam por aí é empregos, rascas é certo, mas há! E blá,blá,blá não é a minha área... e depois? MEXAM-SE!

6 comentários:

Style-Your-Life disse...

Olaa (:

Criei recentemento um blog sobre música, moda, cinema, livros, entre outras coisas, que tal passares por la ? *.*

Beijinhos,
Style your life

Left disse...

neste momento não estou contente com o trabalho que tenho. Sou mal paga e nada tem a ver com a minha área, no entanto, contínuo a minha luta..mas sem tar de braços cruzados! Por isso concordo plenamente com todo o teu texto, sobretudo com o "façam-se à vida"..é mm isso, muitas vezes é necessário darmos outras voltas pra conseguirmos chegar onde queremos.

Pompi disse...

Left,compreendo-te perfeitamente. Eu sou de Direito e estou num call-center...e não é a dar apoio jurídico a ninguém :p Tenho sorte de não ser a recibos verdes (recuso-me a contribuir para essa "xulice") e de ter contrato a termo incerto. Mal pago é mas eu já me dou por contente assim! Confirmista? Não... antes pelo contrário: fiz-me à vida! ;)

Left disse...

ora nem mais, tem mesmo de ser assim. É pena, claro, mas olha...melhor que nada. Inteligentes e desenrascadas somos nós!
Beijinhos! =)

ela disse...

Fiquei na dúvida, estás a insinuar que as pessoas que estiveram presentes na manifestação não "se fizeram/fazem à vida"? Que só os conformados ou aqueles que querem a papinha na boca é que se manifestam? Ou, já agora, que só as pessoas com dificuldades é que se podem manifestar e aquelas que estão solidárias não?

Pompi disse...

Ela desde já agradeço o teu comentário! Foi a minha primeira critica no blogue. Foste pioneira! ;)
Quanto ao tema em debate eu não consigo percepcionar local algum em que tenha associado os manifestantes a pessoas que não não se fazem à vida. Disse e com todo o conhecimento de causa que há muita gente a lamuriar-se sem sequer se mexerem para arranjar um emprego (ou trabalho que seja!). Que eu saiba é de conhecimento geral (incluo-me a mim!!!!!!) de que quem se manifesta não é conformado ( e quem me conhece sabe perfeitamente disso). E será que padeço de algum tipo de dislexia novo? É que não vejo em local algum a referência à legitimidade de quem se manifesta por solidariedade ou a "pessoas que estão em dificuldades". Até porque nesta última situação estamos quase todos! Até porque acho muito bem que os professores também se tenham manifestado. Até porque acho muito bem que os pais (que nos andam a sustentar...ou não!!! vá...) se manifestem também... Espero ter sido explícita desta vez.
Cumprimentos da pessoa que gostava de ter ido à manifestação mas não foi porque estava realmente À RASCA!